UNIÃO DE MILITARES CRISTÃOS EVANGÉLICOS DO BRASIL

AÇÃO MISSIONÁRIA DOS MILITARES EVANGÉLICOS

XVIII Congresso Nacional de UMCEB

Centro de Convenções Ulisses Guimarães

21 à 24/09/2017 | Brasília - DF

 

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

11programação revisada em 30 08 2017 cplt 213

 

> Clique aqui e Faça sua Inscrição! <

XVIII CONGRESSO NACIONAL DA UMCEB

TEMA: EXCELÊNCIA: O MEU MELHOR PARA DEUS, O MELHOR PARA MINHA NAÇÃO

“Você não pode ficar de fora, estar presente no XVIII Congresso Nacional da UMCEB é incluir seu nome na história. A AMME está pronta para servir ao Brasil, esteja conosco, na Capital de Todos os brasileiros, pois estamos de braços aberto.”

Durante dois anos de trabalhos visando o Congresso, em nossos planejamentos, elaboramos vários projetos de valores agregados sem prejudicar o evento, mas valorizá-lo e devido à grande quantidade de idéias poderíamos chamar este encontro de Brasília de:

O CONGRESSO DO IDEALISMO E DOS PROJETOS PRAGMÁTICOS

“Não se pode pensar em um Congresso isoladamente no tempo, torna-se necessário agregá-lo ao passado e ao futuro, fora disse é alienação”.

Em meio aos trabalhos da organização do XVIII Congresso Nacional da UMCEB, a AMME apresenta vários projetos visando resultados duradouros e o eficiente desempenho das atividades do Ministério Cristão dos Militares e do Sistema de Segurança Pública. Precisamos fazer história e não sermos manipulados por ela. Não podemos, tão somente, passarmos dessa vida cristã na terra para a do além sem deixemos um legado.

Nada do projeto terá resultados, todas as propostas serão reduzidas a utopia, se não houver uma atenção especial dos que têm amor e interesse por nossa missão. Não havendo participação das pessoas das Unidades Federativas, dos Missionários Militares e do Sistema de segurança, morrem-se os projetos na gaveta. Oferecemos serviços paralelos ao Congresso que somam valores motivacionais para as pessoas se fazerem presentes. É o diferencial do encontro que o valoriza sem que faça as pessoas perderem o foco;

Convido a todos, de alguma forma, ora mais ora menos, a participarem de nossas metas aqui propostas, desejando a todos: O crescimento espiritual em nossa atividade específica.

Rogamos a Deus para que possamos atingir os alvos propostos.

Conheçamos cada um deles...

TÍTULOS DOS PROJETOS

  • PRODUÇÃO LITERÁRIA;
  • PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO;
  • SOLIDIFICAÇÃO – CRESCIMENTO QUALITATIVO;
  • CRESCIMENTO QUANTITATIVO – MIL SÓCIOS;
  • PARCERIA, VIA DE SUCESSO;
  • PERSCRUTAR A UMCEB – QUESTIONAR, CAMINHO DA SOLUÇÃO DOS ÓBICES;
  • MANUAL DA UMCEB;
  • A BÍBLIA, O CRISTÃO, A ARTE E A CULTURA;
  • A BÍBLIA DO MILITAR E DA SEGURANÇA PÚBLICA;
  •  MESTRADO EM TEOLOGIA COM ESPECIALIZAÇÃO NO MINISTÉRIO DAS MISSÕES MILITARES E DO SISTEMA DE SEGURANÇA PÚBLICA;
  •  ADOTE UM ESTADO – COOPERAÇÕES RECÍPROCAS
  •  COMUNICAÇÃO: RAZÃO DE MOTIVAÇÃO, INFORMAÇÃO E EDUCAÇÃO
  •  ATO PROFÉTICO – CELEBRAR A PAZ – UM NOVO BRASIL;
  •  VOCÊ INCLUSO;
  •  SITE EXCLUSIVO;
  •  MESA REDONDA E DEBATES;
  •  TURISMO – CAPITAL, CÍVICO ARQUITETÔNICO, ECOLÓGICO E DE ÁGUAS TERMAIS;
  •  TURISMO – VISÃO ÁGUIA;
  •  ENQUETES COM VÁRIOS OBJETIVOS;
  •  PESQUISAS CIENTÍFICAS APOLOGÉTICAS;
  •  MOMENTO CULTURAL;
  •  REAPRENDER – VENCER DOGMAS E PARADIGMAS;
  •  CAMPANHA DE VOLUNTARIADO;
  •  DECLARAÇÃO DE FÉ DA UMCEB;

SUMÁRIO 

       

  • PRODUÇÃO LITERÁRIA

O Projeto iniciou-se por meio do diálogo entre o Pr. Gisleno e o Dierson no Congresso de Fortaleza. Ele prevê um momento no Congresso no qual haverá o lançamento de livros com temática do interesse da UMCEB, Uniões Estaduais e assistência religiosa (capelania). Visa motivar a produção de livros que cooperem com os serviços de Missões Cristãs Militares e capelanias. Monteiro Lobato já nos instigou há anos, quando declarou: “Uma Nação se constrói com homens e livros”. 

        Projeto incluso na Candidatura da AMME a sediar o Congresso da UMCEB de 2017.

  • PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO

É a motivação ao estudo especifico de nossas missões de forma prática, pois não somos igreja nem capelania institucional. Somos capelania voluntária com missões definidas apenas por modestos Estatutos. Faltam-nos pesquisas e estudos detalhados de modo cientifico e discussão ampla das visões diferentes para convergir em objetivos comuns. A produção de conhecimento virá por meio de livro, revistas, teses, monografias, TCC, artigos, mesas redondas no Congresso e outras fontes literárias, tudo com temática que supra nossas necessidades.

Somos sabedores que há Uniões Estaduais que necessitam: de arrecadação, de uma diretoria comprometida e participativa, de entender com clareza os objetivos e o planejamento estratégico da AMCF, UMCEB e de se mesmas (Uniões Estaduais). Tais necessidades são fatos e pode-se provar a carência. Para suprir tais óbices planejamos:

  • Perscrutar nossa história e fazer inúmeras perguntas visando detectar pendências;
  • Discutir nossos assuntos por meio de mesas redondas para conhecer pensamentos divergentes visando à convergência de atitudes e de trabalhos em parcerias motivados pelo AMOR e UNIDADE CRISTÃ. Teremos vários debates em âmbito nacional (Oiapoque,  Chuí e Ponta Seixas), tendo representações dos oito milhões de quilômetros quadrados do Brasil;
  • Encontro literário – disponibilizar no Congresso um estande para divulgação livros que nos edifiquem. As obras  podem ser suas ou de algum colega, prioritariamente versando sobre: assistência religiosa, capelania institucional, capelania voluntária, legislação, etc. Podem-se expor também livros cristãos em geral publicados pelos colegas da segurança Pública;
  • Responder cerca de 80 perguntas postadas na nossa Candidatura.

Os trabalhos do Congresso de 2017 já começaram desde a Candidatura, pois não podemos nos limitar aos dias do encontro, mas a trabalhos contínuos até lá e com estudos que continuarão depois de Brasília. Necessitamos de literatura que nos sirva de fonte de consulta e nos oriente nas Missões Cristãs Militares e nos Sistema de Segurança Pública. Não conhecemos livros desse gênero em língua portuguesa para nós (Uniões), exceto o manual da AMCF (genérico e internacional), o recente livro lançado pelo Cel. Eduardo e TC Felipe Sá e a Polícia e a Igreja dos PMs de Cristo. Todavia são poucos e a temática precisa ser diretamente relacionada sobre as Uniões. Obras não aparecem,  nós as produzimos por meio de motivação e com muita transpiração. A participação literária será de todos os senhores que aceitarem nosso convite, produção de conhecimento que nos oriente sobre:

  • Nossa história;
  • Projetos nobres;
  • Diretrizes e Doutrinas;
  • Caminho da solidificação;
  • Meios de dobrar a quantidade de filiados;
  • Planejamento estratégico;
  • Parcerias sólidas;
  • Parcerias com Capelania;
  • Diretoria atuante;
  • Recursos consistentes;
  • Obreiros qualificados, ou seja, missionários;

Projeto incluso na projeto de Candidatura da AMME a sediar o Congresso da UMCEB de 2017.

  • SOLIDIFICAÇÃO – CRESCIMENTO QUALITATIVO

A organização do Congresso entende que o evento da UMCEB visa edificar o Ministério das Missões Cristãs dos Militares e do Sistema de Segurança Pública e para que isso ocorra é necessário detectarmos nossas maiores necessidades (pessoais e institucionais) e buscarmos o crescimento qualitativo e quantitativo até se chegar a SOLIDIFICAÇÃO. Portanto nosso Congresso, além de encontro fraterno visa-se a produção e assimilação de conhecimento para mudanças ou aperfeiçoamento de nossas atitudes a fim de alcançar mais eficácia e eficiência em nossos serviços até se chegar a excelência.

Diante destes desafios sabemos que, de nada adianta terceirizar culpas por não estarmos no melhor patamar de qualidade, mas certamente, o caminho é a oração e atitude, ambas juntas não faltando nem uma nem outra.

O Congresso de Brasília será um passo das respostas do encontro de líderes de Cascavel. Naquele evento alguns integrantes estaduais manifestaram o desejo de crescimento qualitativo, quantitativo e ações progressistas, quem esteve lá é testemunha. A União do Militares Cristãs Evangélicos do Brasil se agigantou e estendeu-se por todo Brasil e, diante disso, tornou-se desafiadora esta instituição cooperar na SOLIDIFICAÇÃO DAS UNIÕES ESTADUAIS. Proporcionar a elas troca de experiências e subsidiar conhecimentos nas áreas administrativas e de lideranças preparando-as diante dos desafios contemporâneos para um crescimento estruturado. Os projetos paralelos formam um conjunto de idéias e de medidas que ao serem aplicadas simultaneamente nos darão a qualificação necessária. A AMME, por exemplo, não está solidificada e é exatamente por isso que está buscando a própria solidificação e buscando nos referenciais existente o próprio crescimento e simultaneamente ousa compartilhar tal busca.

Perscrutando-nos: Qual o crescimento qualitativo e quantitativo? Os serviços administrativos satisfazem as necessidades das Uniões? Os serviços financeiros cumprem os requisitos contáveis, jurídicos e de transparência aos contribuintes e parceiros? Os planejamentos estratégicos e projetos abrem novos horizontes motivacionais aos atuais e futuros associados? Há voluntários para trabalhar como missionários ou à retaguarda nos serviços administrativos? Tem pessoas para substituir o Presidente, tão competente quanto ele, ou melhor, e que conheça a dinâmica institucional? O serviço de comunicações informa o público interno e externo periodicamente os projetos e as atividades? Têm captadores de associados, recursos e de parceiros? Trabalha em parceria e harmonia com as Capelanias (Institucional ou voluntária)? Os “Quóruns” nas reuniões e eleições satisfazem os requisitos estatutários? Presta excelente de serviço de assistência religiosa? Os projetos são revistos e atualizados periodicamente? Tem neutralidade dogmática denominacional? É regida por autonomia e soberanas estatutária e funcional? A prestação de assistência religiosa está dentro dos princípios das Escrituras e dos requisitos do Estado Laico? Quem tem que responder estas questões? VOCÊ, PRESIDENTE, VOCÊ MEMBRO DE DIRETORIA, VOCÊ ASSOCIADO DE CADA ESTADO.  Estamos subindo as escadas da solidez e nos encontraremos em degraus mais altos.

Projeto incluso na projeto de Candidatura da AMME a sediar o Congresso da UMCEB de 2017.

  • CRESCIMENTO QUANTITATIVO – MIL SÓCIOS

Precisamos ouvir os melhores mestres do mundo e o que eles ensinam sobre o assunto e tais palestras já foram elaboradas per eles, portanto, devemos ouvi-los e colocar em prática as sugestões. É inadmissível continuarmos, por anos, com União Estadual sem recursos para financiarem seus objetivos. Este projeto será apresentado em momento oportuno do Congresso. Como ter, em cinco anos, 1.000 associados em cada União? Já pensou nisso? Impossível? Como fazer? O que fazer? Por que alguns alcançaram tal meta e outros não? Teremos um mestre secular, um cristão e exemplos práticos de sucesso.

        Projeto incluso na projeto de Candidatura da AMME a sediar o Congresso da UMCEB de 2017.

  • PARCERIA, VIA DE SUCESSO

Viabilizar acordos para que possamos ter parceiros que custei às despesas dos Congressos Nacionais da UMCEB, se não total, pelo menos parcialmente. Alguns destes parceiros já foram apresentados no dia 17 de junho de 2016 à Diretoria da UMCEB. Buscar Companhias Áreas, Agências de Turismo, Banco Nacional, Grandes Editoras, Igrejas, Rádio Nacional ou Internacional, algo semelhante à Bancorbrás para a rede hoteleira, etc. Os parceiros teriam as contrapartidas por meio da divulgação de suas marcas em nossos conteúdos impressos e midiáticos, tais como: site, redes sociais e outros. Fica, desde já, para os próximos Congressos a sugestão de dar prosseguimento a este PROJETO. 

        Projeto incluso na Candidatura da AMME a sediar o Congresso da UMCEB de 2017. Falta de tempo insuficiente para elaborar, expor e construir convicções para culminar na unanimidade;

  • PERSCRUTAR A UMCEB – QUESTIONAR, CAMINHO DA SOLUÇÃO DOS ÓBICES

Este foi o primeiro projeto elaborado no qual constam 80 perguntas nas páginas 06, 07 e 08 da Candidatura da AMME, conheça-o em nosso site. Visamos perscrutar se nossas atividades cotidianas estão satisfazendo os requisitos fundamentais para alcançarmos nossos objetivos. O propósito é direcionar nossos planejamentos estratégicos e o constante redimensionar, quando detectado falhas. As buscas das respostas feitas no questionamento ecoarão sempre na mente dos que querem aperfeiçoamento.

        Projeto incluso na Candidatura da AMME a sediar o Congresso da UMCEB de 2017.

  • MANUAL DA UMCEB

Ao nos comprometermos a realizar o Congresso sentimos a necessidade de literatura referencial para cumprimento de nossas missões. Diante disso iniciamos a redação de capítulos que serão propostos como conteúdo para o Manual da UMCEB a exemplo e modelo do Manual da AMCF. Durante as pesquisas percebemos a necessidade de mudança de planos e, no dia 06 de maio de 2017, propomos a Diretoria da UMCEB a nomeação de uma comissão de pesquisa a fim de produzir o referido manual. Trabalhos de redação foram iniciados, mas entendemos que se deveria dar um caráter formal à pesquisa para produzir o Manual.

       Projeto incluso na Candidatura da AMME a sediar o Congresso da UMCEB de 2017.

  • A BÍBLIA DO MILITAR E DA SEGURANÇA PÚBLICA

É prática comum se buscar nos Escritos Sagrados a base para as práticas e atitudes cristã e as Escrituras falam mais sobre a profissão de militar e da segurança pública que imaginamos prematuramente. Diante das afirmativas, pesquisaremos e publicaremos textos bíblicos que tiverem relação com nossa profissão. Destacaremos não só os textos como também emitiremos comentários e daremos pontos de vistas históricos e contemporâneas sobre o assunto. O resultado deste trabalho será chamado de: A Bíblia do Militar e da Segurança Pública, pois. Bíblias personalizados para determinadas públicos tem sido prática comum entre os cristãos.

Projeto está em andamento, sendo que a conclusão e divulgação serão apresentadas por etapas. 

  •  MESTRADO EM TEOLOGIA COM ESPECIALIZAÇÃO NO MINISTÉRIO DAS MISSÕES MILITARES E DO SISTEMA DE SEGURANÇA PÚBLICA.

Fizemos parceira com uma Faculdade Teológica com objetivo de produzir monografias com temática que subsidie conhecimento e informações à UMCEB e às Uniões Estaduais para alcançar seus objetivos. Curso de Mestrado em Faculdades LIVRE ou RECONHECIDAS PELO MEC – Ministério da Educação, tudo a critério dos interessados. O Projeto foi apresentado no dia 17 de junho de 2016 em reunião da UMCEB em Brasília e nas redes sociais e está em plena execução. Os que tiverem interesse procurem-nos.

Projeto em execução.

  •  ADOTE UM ESTADO – COOPERAÇÕES RECÍPROCAS

Ficou evidenciado no tópico SOLIDIFICAR UNIÕES a necessidade de Proporcionar às UMCEBs Estaduais a troca de experiências e subsidiar conhecimentos nas áreas administrativas e de lideranças preparando-as diante dos desafios contemporâneos para um crescimento estruturado. Esta cooperação pode ser feita de várias formas: nos encontros de líderes, nos Congressos Regionais e Nacionais, todavia um treinamento aproximado por meio de se adotar um Estado para se trabalhar especificamente com as características peculiares. Quem tem bons exemplos e entende que tem condições de cooperar pode procurar uns aos outros. Os Estados que se acharem capazes para a troca de experiência mãos à obra.

Projeto pode ser executado a qualquer momento.

12.            COMUNICAÇÃO: RAZÃO DE MOTIVAÇÃO, INFORMAÇÃO E EDUCAÇÃO

Os meios de comunicações são fundamentais às instituições, porém atualmente, devido à “guerra de informações” necessitamos de estratégias para que as comunicações não se tornem prejudiciais a nós mesmo. É necessário que os organizadores do Congresso tenham vários meio de comunicações para que os Congressistas freqüentes e os em potencial tenham acesso e receba tudo o que é necessário. Entre eles: uma relação de e-mails, whatsapps, telefones e outros meio midiáticos eletrônicos, impressos, radiofônico e televisivo, em fim, um projeto de mídia para “disparar” ou desfechar vídeos, logomarcas, vinhetas, projetos, baner, etc.

As comunicações servirão recurso didático para formação, informação, motivação e interação. Requer perseverança e uso de vários meios comunicativos para expor os projeto do Congresso e sua importância. Tendo em vista características da vida contemporânea marcada pela visão e audição SELETIVA por causa do excesso de informações e comunicações tornando-se necessária a retroalimentação das informações na maior quantidade possível de meio. 

Projeto iniciado antes da candidatura ao Congresso, efetivado na organização e será passado no relatório como muito importante para a eficácia e a eficiência.

  •  VOCÊ INCLUSO

Conjunto de atitudes visando fazer os pretensos congressistas fazendo parte do processo de organização e sentirem-se inclusos; razões motivacionais para estarem presentes e trazerem amigos.

Diante da grandeza de nosso Ministério das Missões Militares e da Segurança Pública, perante a relevância dos temas e dos objetivos nobres que temos em vista, saiba que você, de cada Unidade Federativa, foi incluso em nossos projetos desde o início. Como? 

  • Fizemos 80 perguntas na candidatura da AMME no Recife visando perscrutar nossas atitudes e atividades;
  • Solicitamos sugestões dos temas do Congresso;
  • Solicitamos sugestões de palestras;
  • Criamos uma rede de comunicações diretas entre a organização e você, por meio de e-mail, whatsapp, site, aplicativo, telefones e redes sociais;
  • Remetendo informações sistematicamente durante a organização com fins participativos e motivacionais;
  • Disponibilizamos os meios de comunicação durante os sete dias da semana e às vinte e quatro horas do dia;
  • Não terceirizamos as comunicações, o próprio organizador atende e responde as dúvidas, evitando os possíveis ruídos da comunicação;
  • Disponibilizamos parceria para que os missionários da UMCEB fizessem o Mestrado em Teologia;
  • Temos até o final do evento dezenas de outras enquetes;
  • Você é o nosso cliente.
  •  SITE EXCLUSIVO

Ferramenta indispensável para a organização de um Congresso. A organização do XVIII Congresso da UMCEB elaborou o site “três em um”, ou seja, um só para três instituições e evento: Site AMME (laterais), Site Capelania PMDF (parte inferior) e site do Congresso da UMCEB (baners centrais). Ao termino do Congresso sairão as informações sobre o evento e os locais vagos serão da AMME e da Capelania, transformando-se em um site “dois em um”.

Este trabalho realizado no site visa um ensaio para que a UMCEB tenha um meio “online” exclusivo para o Congresso servindo para que a Unidade Federativa vencedora da candidatura o use e o administres durante os três anos, até a realização do evento e passará sucessivamente aos demais. Servirá para orientação do evento seguinte e para armazenagem dos anteriores. Exemplo: tudo o que alguém quiser saber sobre o encontro anterior o localizará na janela específica. Portanto será um local de arquivo, memorial, consulta, aprendizagem, relatórios, plataforma educativa e mil e outras utilidades.

Não queremos citar exemplos de sites para evitar constrangimentos, mas a maioria dos sites tem característica semelhante:

  • Excesso de janelas e de informações. Ao entrarmos nele nos deparamos à semelhança de uma grade megalópole: perdidos. Comparamos também com uma pessoa que vive somente na cidade e encontra-se repentinamente em uma floresta: fica perdida;
  • Uma das primeiras coisas que se posta é o Estatuto e o Regimento interno, coisas que se poderia incluir em local mais discreto. Desta forma uma das coisas menos consultada é colocada como prioridade, fazendo inversão de valores. Esse erro e outros não podem ocorrer com o site do Congresso.

Excesso de janelas e informações é prejudicial, deve-se ter um site mais objetivo e com coisas essenciais. 

Fizemos o site parcialmente e estamos passando as diretrizes básicas para os PMs de Cristo, na pessoa do CEL Terra visando 2020, percorrendo não só três anos à frente, mas um trabalho permanente.

  •  TURISMO: CAPITAL, CÍVICO, ARQUITETÔNICO, ECOLÓGICO E DE ÁGUAS TERMAIS

Desde o início das divulgações do Congresso estamos motivando o Congressista a aproveitar a presença em Brasília para conhecer a Capital de todos os brasileiros. Aqui se destaca o turismo cívico, pois os símbolos regentes da Pátria são evidentes. A arquitetura de Brasília ganhou notoriedade mundial por meio de Oscar Niemeyer. Somos privilegiados por duas cidades vizinhas com uma das maiores movimentações turísticas do mundo em águas de alta temperatura naturalmente aquecidas. Além dos turismos expostos temos nas regiões do Distrito Federal muitas opções de turismo e lazer ecológico e entre muito temos um que se destaca pelos bons preços, proximidade e que tem também águas termais.

Recomendamos ficar um dia depois do Congresso conosco nas Águas Correntes: Ecologia e Águas Quentes. Remeteremos vídeo do local.

Projeto em execução desde o início.

  •  TURISMO – VISÃO ÁGUIA

Este valor agregado está baseado na atenção ao que ocorre ao nosso redor de forma ampla para usufruir de coisas boas e edificantes. Neste período do Congresso haverá a comemoração dos 500 anos da Reforma Protestante, evento a ser realizado na Alemanha e Suíça. Solicitamos ao Pastor Jalles Barbosa montar uma excursão para Capelães e integrantes das Uniões de Militares Evangélicos para fazermos um turismo em Israel e a festa mundial por ocasião da comemoração da Reforma. Ele tem mais de 50 viagens a Israel e é um dos mais experientes no ramo. Todos os preparativos, assinaturas de contratos devem ser feitos com antecedência, pois a viagem será 21 dias ao término do Congresso.

Esta é a segunda excursão que a AMME está fazendo à “Terra Santa” e quem quiser aproveitar esta oportunidade ímpar mantenha contato conosco.

    

  •  ENQUETES COM VÁRIOS OBJETIVOS

Usar meio de comunicações rápidos e eficazes torna-se imprescindível na vida contemporânea. O recurso da enquete tem sido usado amplamente pela organização e nós assim o faremos, não somente como pesquisa, mas também como recurso educativo, subsídio para projetos, retorno dos trabalhos, entre outras utilidades. Até a realização do Congresso temos muitas outras enquetes para enviarmos.

  •     PESQUISAS CIENTÍFICAS APOLOGÉTICAS

Durante séculos houve grandes disputas e guerras entre a ciência e instituições que se intitulavam cristãs, principalmente na Idade Média com grandes prejuízos para ambas. Inquisições, julgamentos com condenações às mortes foram proferidas. Nas últimas décadas e anos cessaram as hostilidades, apenas missões e idéias às vezes contraditórias. Surgiram recentemente muitas pesquisas científicas que provam princípios de fé e muitos teólogos também têm explicado descobertas cientificas com argumentos nos textos das Escrituras Sagradas.

Diante destas recentes mudanças exporemos por meio de painéis e do novo site trabalhos científicos que provam os benefícios da fé. Também falaremos das ciências explicadas pelas Escrituras.

  •          REAPRENDER – VENCER DOGMAS E PARADIGMAS

Observa-se que nossos congressistas são integrantes das mais variadas igrejas cristã e evidentemente com diversas liturgias, doutrinas, crenças e dogmas. A extensão territorial, a formação cultural, o regionalismo, a idade, a organização militar e muitos outros fatores também sobrecarregam nossos congressistas de paradigmas.

Todas essas diversidades são miscelâneas cristãs e somente uma interferência divina para juntar extremos em uma unidade. Para que possamos funcionar como um corpo tão diversificado é necessário uma visão cristã universal e uma reaprendizagem diante de muitos dogmas aprendidos, muitas vezes, por décadas e diariamente.

A liderança nos serviços de assistência religiosa tanto para as Uniões de Militares Cristãos Evangélicos quanto para Capelanias é desafiadora, é mais difícil que o pastoreio em uma só igreja. Predominantemente a reaprendizagem não flui facilidade na vida das pessoas, principalmente religiosas, exigindo-se muita habilidade didática de quem orienta e capacidade de quem aprende para que haja mudanças. É exatamente o congresso um momento escolar além da ação divina na vida de cada um.

Em relação à organização do Congresso temos muitos óbices, portanto é necessário estudar a relação de causa e efeito de: razões dos improvisos das inscrições e reservas de hotéis feitos de última hora; a falta de respostas às perguntas da equipe organizadora e muitos outros. Todos estes fatores são prejudiciais ao processo organizacional e refletindo na presença e na aprendizagem. É necessário se quebrar muitos paradigmas buscando as causas para se propor soluções.

Diante deste cenário, propomos mesas redondas e debates, métodos educacionais próprios da diversidade, mas dificilmente usado na maioria das igrejas.    

  •  CAMPANHA DE VOLUNTARIADO

Incluímos no projeto organizacional do Congresso uma campanha de voluntário e entendemos não só como necessária como também educativa. Nossa sociedade capitalista tem forte tendência de vê somente no dinheiro como as razões para trabalhar. Nos sistemas cristãos se observa também este espírito mercenário, entretanto no meio secular tem muitas iniciativas de trabalho voluntário a exemplo da Copa do mundo e Olimpíadas realizadas no Brasil.

O programa de voluntariado as mensagens enviadas são educativas diante da conjuntura atual e das necessidades de recursos, pois os valores das inscrições não cobrem os custos do evento.      

                   Campanha aberta durante a realização do Congresso com todas as informações no site.

  •  DECLARAÇÃO DE FÉ DA UMCEB

Visto que tecemos vários comentários sobre livros e literatura, vale ressaltar a necessidade de se produzir a Declaração de Fé da UMCEB para ser um Guia que identifica também o que somos além do Planejamento Estratégico e do Manual.

  • ORIENTAÇÃO AO CANDIDATO A ORGANIZAR UM CONGRESSO DA UMCEB;

A UMCEB da Unidade Federativa que pretende organizar um Congresso necessita ter orientações básicas para que não seja surpreendida com inesperadas despesas não prevista. À medida que a UMCEB nacional franqueia a candidatura de UMCEBs Estaduais deve também passar por escrito as orientações necessárias das atribuições que competem à eleita. Tradicionalmente se têm duas formas de se passar os serviços a serem feitos pela escolhida: verbalmente ou aprendida pela observação dos encontros anteriores. Estas duas formas de organizar um congresso funcionam, mas não é a ideal. Além dos relatórios recebidos dos Congressos anteriores é necessário se ter o “Manual do Candidato ao Congresso”, feito separadamente ou inserido no Manual da UMCEB. Para que se evitem surpresas organizacionais que venham causar problemas tanto para quem organiza como para a UMCEB Nacional é necessário:

1.      Receber o Manual do Candidato ao Congresso;

2.      Ter os relatórios dos três últimos Congressos;

3.      Acompanhar como observador os dois últimos Encontros;

4.      Fazer entrevistas com organizadores;

5.      Disponibilizar recursos. Não seria exagero se cogitar fazer um fundo financeiro do Congresso, pois as tradições apontam que as inscrições são feitas de última hora colocando em dificuldade quem organiza, pois os contratos são feitos com antecedência e com um desembolso de adiantamento contratual. Seria uma espécie de Fundo de Consórcio. 

Idéia ou projeto surgido no decorrer organizacional, sendo que algumas orientações foram previstas, mas outros não existem, precisam ser criadas;  

Um forte abraço...

Comissão Organizadora

José Dierson Ricardo – Cap. PMDF – Pr. – Pres. AMME – Sec. UMCEB

 

XVIII Congresso da UMCEB